O supremo tribunal federal por unanimidade, em 27 de março de 2020, na ação direta de inconstitucionalidade – ADI 3954, interposta pela Associação dos Delegados de Polícia do Brasil – ADEPOL, negou provimento ao agravo regimental