Na carta, o sócio remido, 2º tenente Antônio Holanda Arruda, conta as dificuldades enfrentadas pelos fundadores para criarem a Associação de Subtenentes e Sargentos do Estado de Goiás. Leia na integra:

“Fundação da ASSEGO,

Não me recordo o dia em exato, mas no mês de maio da década de 70, eu conversava com os 2º sargentos Marcelino (infelizmente falecido), Zoroastro e o sargento BM Benedito Ramos, na época, todos fazendo o CAS, no DI.

Enquanto estávamos lanchando na cantina do seu Abrão em 1973, eu, Antônio Holanda Arruda, 3º PM sargento, os perguntei se eles sabiam algo a respeito da criação e fundação do Clube dos Subtenentes e Sargentos.

Disseram-me que os subtenentes Marcílio Vieira, Januário e o 1º sargento Sebastião Arruda e alguns outros, encontraram alguns obstáculos e dificuldades por parte do Comando Geral, para solicitar uma dispensa. Também me informaram que após algumas horas de conversa, o Comando aceitou o pedido dos membros da comissão, deixando-os a disposição da construção essa entidade.

Esses militares se alojaram em um terreno urbano entre a rua 87 com a rua 132, Setor Sul [endereço atual].  Foi difícil a construção por falta de mão-de-obra. Não faltando ideias desses heróis, foram ao Dergo [setor goiano] pedir um trator para realizar o desmatamento da área a ser construída. Atendendo ao pedido dos militares, foi disponibilizado uma pá-mecânica e um caminhão caçamba para retirar os entulhos.

Com a área limpa, foram novamente ao Dergo pedir um agrimensor para fazer a mediação do terreno e um desenhista para iniciarem a edificação do prédio e demais dependência. No final da década de 40, deu-se início a obra. O material de construção e mão-de-obra, foram adquiridos com dificuldades.

Depois do término parcial do Clube, hoje conhecido como ASSEGO foi inaugurado em 1956. Daí em diante, passando por vários presidentes e adquirindo benefícios.

O atual presidente, subtenente PM Luís Cláudio Coelho de Jesus, está sendo um dos melhores presidentes que ASSEGO já passou, deixando essa entidade uma da mais modernas e invejadas de Goiânia.

Parabéns, Cláudio! Parabéns por seu brilhante trabalho!

Com o avanço tecnológico dos tempos, digo: devemos esquecer o passado ou o ontem e viver no hoje ou no agora, que no amanhã ou no futuro Deus nos guarde com vitória.

Julho de 2019.

Antônio Holanda Arruda, 2º tenente PM/RR (sócio remido).”

Edição: Comunicação Assego